Domingo, 13.09.09

Por exemplo.
Estes debates entre líderes de partido, em vésperas de eleições legislativas, não acrescentam nada de novo. Discursos repetitivos, troca de acusações, 'mimos' vários e às vezes, vá lá, uma tirada interessante sobre um ou outro assunto.
Fica-se com a sensação que nada de novo vai acontecer.
Se entendermos este país como uma pequena empresa, que, na prática não anda longe disso, o candidato a primeiro ministro (m/f) será sempre uma espécie de CEO com vários 'gestores de contas' de departamentos mais ou menos rentáveis.
Mas, e se em vez de eleições puras e simples fosse antes feito por um género de concurso público internacional e analisado o candidato -nacional ou não- sob o ponto de vista curricular/empresarial ?
Como seria, continuando no campo meramente hipotético, um grego a comandar os destinos desta lusa empresa? Ou um colombiano? Ou um francês?
Na verdade, não seria nada de original. Há mais de um século atrás, um francês que odiava monarcas, acabou, por convite, sentado no trono sueco. Simplesmente porque era bom naquilo que fazia e à falta de 'prata-da-casa' foram buscá-lo a sul.
Sempre seria, por cá, uma inovação.



publicado por LMB às 16:59 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 27.09.07

A Arquitectura entrou na decadência quando deixou de ser tectónica para se tornar em simples técnica” -R.L. ao D.N. '53

Raúl Lino (1879-1974), já o tinha dito antes, é, de facto, o meu Arquitecto de referência, por diversas razões: gosto do estilo, gosto do traço, gosto dos materiais, gosto da integração que sempre soube genialmente fazer.

O Arq. José Cornélio da Silva, descreve-o assim: [...]'Raul Lino considerou sempre que a Beleza era a expressão material do Bem, e como profundo admirador da natureza, nela colhia a subtil sabedoria que a fazia tímida e inocente. Optou por isso criar um afastamento à arquitectura positivista dos maquinismos, representante do triunfo da burguesia, procurando os valores estéticos e nobres que sempre uniram na mesma dignidade a genuína arquitectura popular com a grande arquitectura erudita.[...] Na busca das tradições da Casa Portuguesa, inspirou-se igualmente na arquitectura popular como nas soluções edificadas com conhecimento arquitectónico. Procurando uma nova síntese que satisfizesse as novas necessidades da sociedade portuguesa moderna, mas que se integrasse na grande continuidade que edificou o país e frutificou a sua cultura de “topos” isto é, a sua expressão regional.'[...]
[...]'Assim, pela variada obra como artista, arquitecto e pensador, Raul Lino ocupa um lugar destacado na galeria dos varões ilustres lusitanos, mas também na dos humanistas e profetas do nosso século que denunciaram o afastamento dos povos das suas raízes, da sua cultura e do seu “solum”, isto é do seu território. Nas conclusões que hoje podemos formular em virtude da experiência havida, não podemos deixar de verificar o rigor das análises e previsões de Raul Lino. Hoje que a fealdade se instalou, reflexo proporcional do mal de que transpiram as sociedades, as ideias de Raul Lino poderão raiar quase a inocência, para utilizar as expressões de uma crítica especiosa. É que Raul Lino soube manter sempre preservado um ingrediente que o trouxe mais próximo da sacralidade das coisas e representada numa consciência da inocência como património indissociável do Belo.'[...]

'A Nossa Casa - Apontamentos sobre o bom gosto na construção das casas simples'-RL


publicado por LMB às 14:19 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

15
16

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

concurso público para 1º ...

Lino, o integrador com a ...

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Setembro 2004

Abril 2004

tags

37/2007

500 miles

7 maravilhas

abril

agostinho da silva

água

alentejo

algarve

allsopp

amazon

american

amero

amigos

anatomia

anos 60

apollo

apollonius

apple

apple. mac

applestore

apr

arrábida

arrabida

art building

arte

artsoft

astarte

atlântida

att

auschwitz

auto

azeitão

bacalhau

bairro alto

banco

bento

berenice abbott

biblia

bic

bijagós

bizplan

boi

casa portuguesa

computing

cosmos

creiro

cromos

cupertino

dakar

design

dias da radio

do fundo do baú

erp

europa

fiat

fred astaire

gene kelly

gourmet

hansaworld

história

ido mas não esquecido

igreja

iphone

ipod

jazz

lisboa

mac

mac os x

macworld

mafra

marketing

marte

memoria

merchandising

microsoft

mirror world

modelo

motor

mundo

natal

new york

nova iorque

outono

pavarotti

porto

portugal

renovaveis

rodrigo leão

rtp

russia

service

setubal

sic

star tracking

tejo

titanic

trizle

universo

verão

vida

todas as tags

gestão para Mac
Image and video hosting by TinyPic
blogs SAPO
subscrever feeds