Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009
"This film is about the hunger and poverty brought about by Globalization. There are 10,000 people dying everyday due to hunger and malnutrition. This short film shows a forgotten portion of the society. The people who lives on the refuse of men to survive. What is inspiring is the hope and spirituality that never left this people."



publicado por LMB às 15:45 | link do post | comentar | favorito

Os Lada Niva são duros e afeiçoam-se bem a terrenos inóspitos. Mas este aqui teve apenas uma sorte do diabo.



publicado por LMB às 11:17 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

Giras e vaporosas. Mas com pouco mais de um palmo.
É uma exposição de uma trintena de Barbie com vestidos de assinatura, nos corredores do 'Rio Sul Shopping.
Mas já é rapariga para os seus 50 anos...

tags:

publicado por LMB às 19:50 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 26 de Setembro de 2009

Parece que o abrir de cada ano fiscal vem agora com novidades: 1 de Janeiro próximo entra o SNC, um ano depois, virá a certificação pelo fisco do software de facturação.
Estamos a ficar muito proactivos.

tags: ,

publicado por LMB às 18:29 | link do post | comentar | favorito

Já por aqui comentei aquilo que parece ser uma opinião generalizada sobre óbvios enredos económicos à volta da gripe A. Há poucos dias, num almoço com um amigo meu que optou pela maçã dentada em vez de jurar Hipócrates e seguir a tradição familiar mais a mais sendo o patriarca da família ilustre Professor, Médico e Presidente do Centro de Estudos de Bioética, partilhava ele (filho) da mesmíssima opinião de circuitos de interesses adjacentes a esta paranóia da gripe suína, já que das aves, de facto, nunca mais se ouviu falar.
O video aqui em baixo, via RL, não deixa grande margem para dúvidas, se porventura ainda subsistissem.
Sempre ouvi dizer que uma canja faz maravilhas a qualquer gripe. Isto, claro, partindo do princípio que as 'aves já não espirram'...



publicado por LMB às 17:38 | link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 24 de Setembro de 2009

Para tipos em dieta, não há melhor. Dias não são dias. Ponto.
Não conhecia este kit 'pour deux' para fazer uma moamba de galináceo, mas é simpático. Latinha de moamba, latinha de saka-saka e mix de especiarias (que é melhor nem saber o que são) em saquinho hermético. O resto do conduto a malta tem de arranjar.
Saí-me bem.

tags:

publicado por LMB às 19:48 | link do post | comentar | favorito


Não. Não se chama 'Corleone' mas talvez seja 'Don', certo é que a Camorra lhe estava no sangue. E talvez também no sangue na varanda da 'villa' napolitana onde um simpático crocodilo (caimão) 'sorria' para desgraçados maus-pagadores.
Ideias. Só ideias.


publicado por LMB às 18:44 | link do post | comentar | favorito


mal pagos?

tags:

publicado por LMB às 18:28 | link do post | comentar | favorito


Não sei se o Thomas Crown teve ou não alguma coisa a ver com isto, mas é preciso destreza para roubar no museu e à luz do dia um quadro de Magritte: 'Olympia', no caso.
Ainda para mais com visitantes por perto.Uns dizem que vale três milhões, outros ficam-se por uns módicos oitocentos mil. A esta hora deve estar certamente 'num T1 qualquer', junto com o menino da lágrima, pois sim abelha.

tags:

publicado por LMB às 17:33 | link do post | comentar | favorito


Graças a um simples detector de metais comprado numa feira da ladra qualquer, o britânico Herbert, acabou por encontrar, em Julho, aquilo que parece ser o espólio anglo-saxónico mais valioso datado, aparentemente, entre o século VII e VIII. São cinco quilos de ouro e quase três de prata em mais de quinhentas peças bem interessantes. Fora o resto que por lá ainda deve estar enterrado nos campos de Staffordshire.
Mas o que eu gosto mesmo é do laço do Prof. Kevin.



publicado por LMB às 17:07 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009

O que eu mais gosto do Panamá, é precisamente aquele chapéu: o panamá. O último eu conheço, o primeiro só sei que existe. Dizem que é bonito e violento; por via das dúvidas fico na Trafaria.
Há pouco 'encalhei' numa ligação de página web com a Univ.Latina do Panamá, numa página sobre laboratório móvel. Vi o carrinho cheio de Pc Think qualquer coisa e recordei-me do -pouco atractivo, diga-se- Bretford cart, primeira geração, da Apple.
Cada um tem o que pode, mas, o mais importante é ter.


publicado por LMB às 22:55 | link do post | comentar | favorito


É a excitação antes da chegada. Mesmo que não chegue mas diga tão somente que 'pode chegar', aí ficam eles todos desvairados e cheios de tremeliques. É o polimento que não existe durante luas, mas que de repente se torna residente por algumas horas; é a vontade de agradar e a conversa fiada e, para quem não tem cautelas, a subserviência é facilmente misturada. O que, por vezes, agrada sempre ao ilustre visitante.
Este, por acaso, só interessará a uma imensa minoria.
Carry on, people.

Es mejor saber después de haber pensado y discutido
que aceptar los saberes que nadie discute para no tener que pensar.

Fernando Savater (1947)



publicado por LMB às 20:20 | link do post | comentar | favorito

Viu-se também outro sinal no céu, e eis um dragão, grande, vermelho, com sete cabeças, dez chifres e, nas cabeças, sete diademas. A sua cauda arrasta a terça parte das estrelas do céu, as quais lançou para a Terra” - Apocalipse 12:3,4

Pronto. É capaz de ter começado hoje em Sydney.




publicado por LMB às 18:44 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 22 de Setembro de 2009

A 'G.D.' -Guia de Demonstração- terá sido emitida -invento- sob o n# F4200NUM0001 em nome de Gene Roddenberry, o rapaz que criou a saga Star Trek. O produto original era um Macintosh 128K com MacWrite e MacPaint certamente a acompanhar como aplicações de base.
Essa 'G.D.' terá sido transformada em oferta da Apple a Roddenberry (como vês, Xico, o processo é antigo).
Daqui a poucos dias vai a leilão. A licitação está hoje no preço do produto de há vinte e cinco anos atrás.
Bom investimento, portanto.
Alguém vê um Compaq nestas andanças? Com sorte, um 'Magalhães' daqui a três décadas.


publicado por LMB às 23:31 | link do post | comentar | favorito


Lusitânia é filha de Lisibea (Lisboa) e do Sol e, por ela se apaixonou um caçador grego de nome Portugal. Quando os amores parecem desencaminhar-se, acorrem às deusas (diesas) gregas, com cuja protecção se decide então o casamento.
A estreia em cena do 'Auto da Lusitânia' de Gil Vicente, foi há 477 anos. Os primeiros-ministros ainda não tinham sido inventados, as escutas-espião eram feitas pela fresta da porta ou com disfarce de reposteiro e eleições era palavrita não esgalhada ainda no meio político. Mandava no reino, o todo poderoso D. João III, o Piedoso.
O 'Auto da Lusitânia' é composto por duas partes -com ou sem intervalo comercial do tipo 'voltamos dentro de 30 segundos'- e na primeira, relata as atribulações de uma família judaica; na segunda, é tratado o casamento da princesa Lusitânia com o cavaleiro grego Portugal. Entre os convidados, há a registar a presença de dois diabitos: Belzebu & Dinato.
Típico de Gil Vicente é a inclusão na trama teatral de vários temas, personagens e diálogos algo disfarçados do assunto principal, mas que têm sempre um fio condutor comum e acabam por fazer passar a mensagem entre sorrisos, evitando o cutelo.
Nesta cena do casamento, duas personagens principais aparecem: Todo o Mundo [um rico mercador, arrogante, vaidoso e ganancioso como a maioria] e Ninguém [o homem pobre, com virtude e modéstia como ninguém existe]. Belzebu & Dinato escutam o diálogo entre os dois homens e comentam entre si, anotando e sublinhando as questões relativas à cobiça, à vaidade, mas também à virtude, verdade e honra dos homens.
Qualquer semelhança com a actualidade, quase cinco séculos depois, é mera coincidência. Como se segue:

Ninguém: Que andas tu aí buscando?

Todo o Mundo: Mil cousas ando a buscar:
delas não posso achar,
porém ando porfiando

por quão bom é porfiar.

Ninguém: Como hás nome, cavaleiro?

Todo o Mundo: Eu hei nome Todo o Mundo
e meu tempo todo inteiro
sempre é buscar dinheiro
e sempre nisto me fundo.


Ninguém: Eu hei nome Ninguém,
e busco a consciência.


Belzebu: Esta é boa experiência:
Dinato, escreve isto bem.


Dinato: Que escreverei, companheiro?

Belzebu: Que Ninguém busca consciência.
e Todo o Mundo dinheiro.


Ninguém: E agora que buscas lá?

Todo o Mundo: Busco honra muito grande.

Ninguém: E eu virtude, que Deus mande
que tope com ela já.


Belzebu: Outra adição nos acude:
escreve logo aí, a fundo,
que busca honra Todo o Mundo
e Ninguém busca virtude.


Ninguém: Buscas outro mor bem qu'esse?

Todo o Mundo: Busco mais quem me louvasse
tudo quanto eu fizesse.


Ninguém: E eu quem me repreendesse
em cada cousa que errasse.


Belzebu: Escreve mais.

Dinato: Que tens sabido?

Belzebu: Que quer em extremo grado
Todo o Mundo ser louvado,
e Ninguém ser repreendido.


Ninguém: Buscas mais, amigo meu?

Todo o Mundo: Busco a vida a quem ma dê.

Ninguém: A vida não sei que é,
a morte conheço eu.


Belzebu: Escreve lá outra sorte.

Dinato: Que sorte?

Belzebu: Muito garrida:
Todo o Mundo busca a vida
e Ninguém conhece a morte.


Todo o Mundo: E mais queria o paraíso,
sem mo Ninguém estorvar.


Ninguém: E eu ponho-me a pagar
quanto devo para isso.


Belzebu: Escreve com muito aviso.

Dinato: Que escreverei?

Belzebu: Escreve
que Todo o Mundo quer paraíso
e Ninguém paga o que deve.


Todo o Mundo: Folgo muito d'enganar,
e mentir nasceu comigo.


Ninguém: Eu sempre verdade digo
sem nunca me desviar.


Belzebu: Ora escreve lá, compadre,
não sejas tu preguiçoso.


Dinato: Quê?

Belzebu: Que Todo o Mundo é mentiroso,
E Ninguém diz a verdade.


Ninguém: Que mais buscas?

Todo o Mundo: Lisonjear.

Ninguém: Eu sou todo desengano.

Belzebu: Escreve, ande lá, mano.

Dinato: Que me mandas assentar?

Belzebu: Põe aí mui declarado,
não te fique no tinteiro:
Todo o Mundo é lisonjeiro,
e Ninguém desenganado.

Créditos: imagem Lima de Freitas

tags:

publicado por LMB às 15:53 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

15
16

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Books Invoicing

a propósito: o universo c...

limpar portugal

lx: debaixo dos pés

é a vida

pangea ultima

PECa

memória: peggy lee

iSilly

'like angels'

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Setembro 2004

Abril 2004

tags

37/2007

500 miles

7 maravilhas

abril

agostinho da silva

água

alentejo

algarve

allsopp

amazon

american

amero

amigos

anatomia

anos 60

apollo

apollonius

apple

apple. mac

applestore

apr

arrábida

arrabida

art building

arte

artsoft

astarte

atlântida

att

auschwitz

auto

azeitão

bacalhau

bairro alto

banco

bento

berenice abbott

biblia

bic

bijagós

bizplan

boi

casa portuguesa

computing

cosmos

creiro

cromos

cupertino

dakar

design

dias da radio

do fundo do baú

erp

europa

fiat

fred astaire

gene kelly

gourmet

hansaworld

história

ido mas não esquecido

igreja

iphone

ipod

jazz

lisboa

mac

mac os x

macworld

mafra

marketing

marte

memoria

merchandising

microsoft

mirror world

modelo

motor

mundo

natal

new york

nova iorque

outono

pavarotti

porto

portugal

renovaveis

rodrigo leão

rtp

russia

service

setubal

sic

star tracking

tejo

titanic

trizle

universo

verão

vida

todas as tags

gestão para Mac
Image and video hosting by TinyPic
blogs SAPO
subscrever feeds